terça-feira, 1 de setembro de 2009

Não estou desesperada. Nada além do que eu sempre fui. Não posso querer me afundar em distração nenhuma porque estarei errada, seguindo no caminho torto pra depois voltar para a estrada em linha reta, fluir lentamente naquele tráfego de pessoas que aceitam, mas eu sempre desvio ou acelero quando não devo, quando dizem pra que eu não vá. Preciso parar de encontrar um sentido pra tudo. Por trás desta carne há um mundo, uma infinidade de coisas jamais compreendidas, nem tampouco nomeadas. É aquilo que pulsa e pronto. É por isso que não sou exata em nada, porque me deixo guiar pelo pulsante. Não posso definir o que quero, acho que é felicidade, acho que é paz, acho que é não viver assim, nesse caos.Me tira desse limite, me socorre dessa dor imensa e dessa solidão acompanhada. Preciso ser o contrário do que sou.

17 comentários:

RogerMopri disse...

serio!!! uhauhauhau
vc se supera, esse acho q eh o melhor que já escreveu, certeza q fez pensando em mim, ou, como eu pelo menos...rsrs
beijos

Icaro Queiroz disse...

Parabéns Mel, ótimo texto!

Realmente a tua escrita não é para se entender, mas sim para sentir.

O que mais me chamou a atenção foi a forma paradoxal que escreve, em suma, novamente PARABÉNS.

[]'s,
Icaro Queiroz
http://twitter.com/IcaroQ

Armand disse...

Vc parece estar sofrendo um pouco nessa confusao de vida, deve ser amor, isso faz c q garotas pensem mais do q se deveria ao inves d viver e sentir mais, apesar q nesse mundo “cancerigeno”/canceriano, onde 1º doa-se tudo q se pode p depois se perguntar se realmente vale a pena agir feito um adolescente tolo movido a paixao desenfreada, impossivel agir assim? Dificil eu apenas diria!
D qq form acho lindo o mundo por tras da carne, mostra-se febril em querer entender coisas complexas e desconexas do qual leva-se uma vida toda p compreender (e tem gente q nunca o fara), nao mudaria isso em mim se fosse essa uma cracteristica tao unica e natural do meu ser.
Nao acho realmente q ser cetica ao inves d dita “pulsante” adiantaria na sua felicidade, sonhar e crer naquilo q os olhos e outras sensacoes nao vao lhe mostrar ensinam coisas, ensinam em como viver num mundo tantas vezes tao feio, c tanta crueldade e desigualdade, c tanta intolerancia e impunidade. O Sr. Caos existe e sempre estara entre nos e cabe a nos tirar proveito d nossa ilude natureza p conviver c ele, sonhando c belas coisas e crendo na possibilidade das mesmas, amo sonhar e amo mais e mais ver esses se tornando real, so d pirraca!
Talvez assim eu tb me livre diariamente da minha prisao sem muros, onde meu corpo esta num canto as vezes umido e cinza enqto minh’alma colhe flores p mulher q sonho amar, conselho do novo amigo aqui, sonhe mesmo q por pirraca e ame amar muito tudo isso (rs), nao muda nao q vc eh linda e nos reles plebeus precisamos d luz no fim do tunel, mesmo q seja d um isqueiro ou de holofote…
Kisses honey!
Dino

Erika disse...

Voce é a Melina! Cheia de contradições, intesa, com sonhos e acima de tudo, autentica. É isso que faz voce ser diferente. E isso não é ruim (é uma diferença, no bom sentido)! É muito melhor ser diferente dessa massa que se enquandra em tudo, do que não ser nignuém. E voce é especial por todas essas caracteristicas que te compoem, por essa diferença. Voce é a grande Melina, a grande escritora ... "A" Melina!

Bruna Uliana. disse...

"Temos a mesma idade, e pelo que leio aqui, modos muito parecidos." Juro que já pensei a mesma coisa lendo alguns textos seus, hahaha.
Gosto dos seus textos porque eles são intensos, e eu gosto assim mesmo, a cara lavada, tudo bem cru.
Um beijo, querida! ;*

Verônica H. disse...

"Me tira desse limite, me socorre dessa dor imensa e dessa solidão acompanhada. Preciso ser o contrário do que sou." juro que ia postar um trecho parecidissimo essa semana...
acho lindo que tenhamos nos entendido assim, tão de cara. gostei de conversar com vc :)

Vanessa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vanessa disse...

"Preciso parar de encontrar um sentido pra tudo."
Simplesmente perfeita essa frase!
Temos que entender as coisas acontecem, e só acontecem. sempre foi assim!

E fiquei muito contente com teu ultimo comentário no meu blog, obrigada meeeeeesmo!
Beijos

Mari disse...

"Preciso ser o contrário do que sou."

Gostei disso!

Esaa (con)fusão toda, me encanta nos seus textos, esse medo, essa coragem, essa vontade, esse estremo!

Muito bom!

Beijo, e semana de luz a ti!

Ramon de Alencar disse...

...
-E não se pode contar além dos dedos, temos apenas nossas próprias mãos, e a tarefa diária de escrever as palavras que ainda não foram ditas...

...
-Belo...

Anah F.S. disse...

"Me tira desse limite, me socorre dessa dor imensa e dessa solidão acompanhada. Preciso ser o contrário do que sou".

Também achei que essa frase diz tudo.

Você tem uma forma diferente de escrever "bonito", e muito "bonito".

Tânia disse...

Adorei Mel!! E pra variar me identifiquei demais. É tão bom qdo a gente lê algo que expressa justamente aquilo que vc está pensando no momento.
Beijo

kallani disse...

uma vez eu disse "solidão acompanhada" num texto meu. como é possível se identificar cada vez mais?

a. disse...

Preciso de salvação, para esse estar acompanhadamente só, para meus medos, para um bom senso que odeio ter. Mudar não é díficil, quando se vive do mesmo modo por 17 anos, e um belo dia se quer 'acordar para a vida...'
Belo post, belo blog.
Voltarei, voltarei.

Erika disse...

Já comentei, reli e quero comentar com uma breve palavra: PERFEITO!
É isso.

Késia Maximiano disse...

O paradoxo de ser-humano é q faz os nossos caminhos, minha linda...
Beijão

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Visitas