sábado, 14 de novembro de 2009

Vastidão

Estou num tempo caótico, tenho necessidade de opções plurais e de sensações singulares. Tenho asas, tenho sonhos. Tenho gosto pelo vasto.
Meus desejos são desorganizados, mutáveis. De exato em mim somente minha desordem. Estou em chamas, sem freios,
entregue ao sujo e ao belo. Meus olhos são inquietos, meu corpo não
se cala. Sou cheia de verdades e alguns exageros, algumas loucuras e uma lucidez que por vezes me estraga a saúde.
Liberdade vem de dentro pra fora. Nasce quando a gente deixa de se culpar. Me limitam porque são presos à si mesmos.
Não me preocupo em me entender. Gosto de me sentir ácida e misteriosa.

Visitas