sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Às vezes sou tanto que me escapa das mãos o controle. De exato em mim, somente o inconstante. De muito mudo, de muito insisto em continuar. Seja doce, seja amargo, insisto. Conheço-me ao ponto de saber quando já não devo mais me encarar. Passo dias inerte no conforto que é não lembrar de mim.
Quanto mais a boca cala, mais a alma fala. Estou em constante movimento.
De carne, ossos, desejos, falhas, ausências, transbordamentos, relevos, excessos, medos, amores, olhares, desamores, nitidez,
mistérios, saudades. Tudo em mim é infinito enquanto dura.

10 comentários:

L disse...

"Quanto mais a boca cala, mais a alma fala. Estou em constante movimento."
nota: nunca ler Melina antes de escrever. se eu cair no mesmo assunto, certamente farei um plágio de pensamentos.

Luanne de Cássia disse...

Ah Melina, lindo! Lindo mesmo...
Somos eternos enquanto duramos, tudo é.
Bjo

Beatriz disse...

Sempre que leio seus posts quero comentar algo bonito e relevante, mas só consigo me ver em alguns escritos e dizer isso. rsss "Às vezes sou tanto que me escapa das mãos o controle." "Estou em constante movimento". Ô se estou..

Beijosss
:)

dianaBruna disse...

Melhor viver de excesos do que não ter vivido o que quis.
Lindo!
bjin

kallani disse...

engraçado vc escrever minha alma assim Oo

NaNa Caê disse...

que seja doce.

lembrei do Caio F.

descobrindo teu blog ...
estou adorando o que tenho lido.

Iasminne Fortes disse...

Eu vejo que tudo em ti transborda, de tanto que sente.

E você deixou transbordar sentimentos em forma de palavras bonitas. Gosto da tua doçura misturada com intensidade.

beijos =*

Erika disse...

"Quanto mais a boca cala, mais a alma fala". Pura verdade. As vezes fala, mas muitas vezes grita, pede socorro, amaparo. E parece que ninguem ouve, ninguem quer ouvir. Ninguem se manifesta e a gente só precisa de alguem.
Comentar algo racional aqui, é pura besteira. Tô sentindo seu texto na pele. Indescritivel.

monicats1302 disse...

Ai... Adorei! Vc consegue transmitir com muita densidade emoções profundas.
Bjs, bjs

Deyse Batista disse...

''Que seja infinito enquanto dure''. Que seja muito alé disso.
Beijos, belo blog.

Visitas