quarta-feira, 9 de junho de 2010

Te demito das minhas idéias

você volta

se instala

me rouba

me carrega

não te vejo

só ouço teus passos

sinto

em forma pontiaguda

insistente

de saudade.

2 comentários:

Carla M. disse...

Amo seus textos, você sabe disso. De uma certa forma suas palavras chegam bem ao fundo do meu coração. Suas palavras me fazem refletir sobre minha vida.
Leio com expectativa a cada post seu e te admiro muito.
Um grande beijo.

Thαlitα :) disse...

Que lindo!
Amei seu blog.Escreves muito bem.

bj!

Visitas