sexta-feira, 15 de abril de 2011

Los Versos del Capitán

"Amor mío
compréndeme
te quiero toda
de ojos, a pies, a uñas
por dentro. (...)
No me temas
soy tuyo."

Pablo Neruda, La Pregunta.

Sofrer de amor pra não sofrer só pelo que se é ou se deixou de ser. Tenho sido tanto.
Tanto e tão pouco.

Um comentário:

Beatriz Fig disse...

Ótima observação. O amor pode ser sentido sem ter alguém ou alguma coisa.. Humm acho que deve ser possível, não?

beijosss

Visitas