domingo, 22 de janeiro de 2012

Quando me estristeço, tomo banho. É como se precisasse me esfregar pra fora numa enxurrada única, desesperadamente em silêncio. O que eu preciso, dizem as paredes, é amor.

2 comentários:

Fred Caju disse...

Muito legal. E essas paredes devem ter um ótimo gosto musical. All you need is love.

Roger Marson disse...

Eu me identifiquei muito com as suas poesias, as suas idéias. Eu também escrevo poesia. E a maioria delas vira música.
Quero muito comprar o seu livro. Dessa semana não passa.

Visitas