domingo, 26 de maio de 2013

"Comporta-te como a que cala e supostamente aceita
A condição daquele homem."
Retruco que não entendo minhas submissões.
Já não sei se meu amor é submisso ou transgressor e sem vaidades.
Se sou sozinha ou sou livre
se devo admitir desejos ou fazer deles silencio.
Virar do avesso e fingir de santa
escolher por absolutismos e devoções 
ainda que eu não seja devota 
de nada além do proibido.

Nenhum comentário:

Visitas